Retiro de Comunicação Autêntica

retiro comunicaçao

RETIRO DE COMUNICAÇÃO AUTÊNTICA
A descoberta do Eu mais profundo para chegar ao Outro 
23 - 25 Abril 2016 (sábado às 9:00 até segunda as 17:00)
Organização: Moving Cause
Facilitação: Allan Sousa e Sophie Marie / Oxigénio
Inscrições ao fundo desta página! Evento no Facebook

“Non-violence is not the mere abstention from violence, it is about building relationships between human beings.” Gandhi

“Needs are the quickest, closest ways to get into connection and healing.”
Marshall Rosenberg

// O que é a Comunicação Autêntica

Trata-se de um conjunto de ferramentas tal como Mindfulness, Comunicação Não-Violenta (CNV), Deep Ecology e outros que nos ajuda a fazer uma maior descoberta interior para gerar maior clareza, harmonia e fluidez no mundo intra-pessoal, interpessoal e sistêmico.

// Grupo alvo

Todos os interessados em aumentar o seu auto-conhecimento e refletir sobre o impacto da sua comunicação em si e no outro.

Todas as pessoas que queiram conhecer a Comunicação Não Violenta e todas as pessoas que já a conhecem e que a queiram praticar.

// Facilitadores

Somos um casal de Almada que tem como paixão apoiar pessoas e projetos a criar momentos e partilhas onde o Ser Autêntico pode emergir e onde essa expressão autêntica pode ser acolhida como ponto de partida de um grande crescimento e enriquecimento interior e colectivo. Breve biografia de Allan e Sophie.

// Programa dos 3 dias

Comum a todos os dias

  • Início do dia: Momentos de silêncio e/ou meditação
  • Durante o dia: Oportunidades para caminhadas
  • Detox alimentar durante dois dias com gastronomia vegana
  • Final do dia: Círculo de fecho (CNV)
  • Silêncio entre o Círculo de fecho e o pequeno-almoço do dia seguinte

Dia 23

Consoante o pré-conhecimento do grupo, iremos dividir o grupo em dois:

  1. Grupo de iniciação: para todas as pessoas que não conhecem a Comunicação Não Violenta
  2. Grupo de aprofundamento: para todas as pessoas que já frequentaram workshops de CNV

Nesse dia iremos:

  • Ampliar a nossa capacidade de presença e assim fortalecer e as nossas conexões nas dimensões: intra-pessoal (comigo mesmo), inter-pessoal (com o outro), grupal (com os círculos próximos) e sistêmica (com o coletivo e o meio mais ampliado).
  • Aprender a viver o conflito como uma oportunidade de transformação ou maior conexão
  • Criar consciência da nossa linguagem diária, dos seus bloqueios e do seu impacto
  • Conhecer a linguagem de mais conexão ou das necessidades universais
  • Perceber a importância do cultivo da presença
  • Treinar a expressar e escutar mensagens difíceis
  • Ganhar à vontade com CNV usando exemplos de situações reais

Dia 24

  • Manhã: Exercícios de aprofundamento emocional (Deep Ecology)
  • Tarde: Exercícios de auto-compaixão ou auto-escuta (CNV)

Dia 25

  • Manhã: Será co-criado com o grupo em formato Open Space conforme necessidades do grupo (Possiblidade de ofertas: Role-plays de comunicação de casal, pais-filhos, relações profissionais etc.)
  • Tarde (a partir das 15:00): Jogos de Mindfulness e escuta profunda em família (aberto aos companheiros e filhos) + Celebração

// Mais sobre o espaço que nos acolhe

Num vale em Vieira do Minho, rodeados de carvalhos e montanhas, encontra-se a quinta de Ciparros onde a Lilian e o Stephan, um casal de agricultores nos irão receber durante três dias e partilhar a sua simpatia e hospitalidade connosco…para não falarmos nas maravilhas da sua horta biológica!

Esta quinta tem a tranquilidade e beleza necessárias para podermos relaxar, inspirar ar fresco e puro, beber água da fonte e deixar-nos ir neste processo de aprendizagem e crescimento interior, com a intenção de melhorar a nossa auto-confiança, o respeito por nós e pelos outros, aprofundar o nosso sentido de conexão com o que nos rodeia e encontrar paz interior.

// Valor de Contribuição

Ideal = 205 € (Apoia a expansão do projecto oxigénio e do espaço)
Real = 185 € (Contribui para uma remuneração mínima dos organizadores, facilitadores e cobre os custos do espaço)
Mínimo = 165 € (Cobre os custos da organização, facilitadores e espaço)

Para que cada um possa dar de acordo com a sua capacidade e vontade…

Inclui:

  • Estadia em espaço partilhado: numa casa redonda com forno a lenha para aquecimento ou numa pequena casa em forma de pirâmide (sem aquecimento), quem preferir pode também acampar no terreno.
  • Balneários com duche quente.
  • Refeições (pequenos almoços, almoços, jantares) desde o pequeno almoço de Sábado até almoço de Segunda. Chás e fruta sempre disponíveis. Todas as refeições serão vegetarianas/veganas, maioritariamente biológicas e/ou locais. Se alguém tiver alguma necessidade especial de alimentação deve avisar a equipa da cozinha.

Será necessário cada participante trazer saco cama e colchonete (se precisarem de colchão avisem pois há a possibilidade de arranjar alguns na quinta)

Há a possibilidade para quem quiser de chegar na sexta feira à noite.

// Inscrições

Abaixo, ou através deste link.

Após inscrição iremos enviar os dados para pagamento através de transferência bancária, agradecemos pagamento de 50% para validar a inscrição, os restantes 50% deverão ser pagos na chegada à quinta.

// Como chegar ao local

A Quinta de Ciparros: Bem situada no “penico do Minho” tem água de quatro fontes – água pura é garantida! Fica sozinha num altinho, ao pé da Serra da Cabreira e com o Parque Nacional Peneda-Gerês ao alcance da vista. Não se vê os vizinhos, pois o espaço de 11 ha é rodeado por árvores autóctones, o que cria um ambiente acolhedor. Erigida em granito, séculos atrás, a quinta já foi habitação para várias gerações que deixaram seus rastos. Hoje em dia é conhecida também como Montezurra. Nome da associação levada por um pequeno grupo de pessoas que estima e cuida este belo espaço.

De carro

  1. Em Braga vais em direcção Chaves na N103
  2. Depois de +/- 30 km estás em Cerdeirinhas/Tabuaças, aí tem uma rotunda onde viras para a direita onde diz “Vieira do Minho”
  3. em VM passas o Pingo Doce, duas gasolineiras e uma rotunda. Na próxima rotunda sair na primeira (direcção “Ermal”)
  4. depois de 50 m tem uma passadeira, logo depois viras à direita para cima (sobe muito)
  5. continuas sempre nessa estrada +/- 2 km, passas pela estação de águas do Ave e mais tarde por umas Alminhas no lado direito
  6. 50 m depois das Alminhas viras à direita a subir num caminho de terra batida, “Rua de Ciparros”
  7. 50 m depois viras num caminho mesmo pequeno à esquerda, seguindo o muro de pedra
  8. continuas por aí 200 m até chegar a Ciparros (fica no final do caminho, existem duas casas antes de Ciparros!)
  9. podes estacionar depois da rotunda com o castanheiro no centro

É possível chegar a Vieira do Minho através de autocarro.

Os horários dos transportes

  • Porto – Braga: descarregar pdf.
  • Braga – Vieira do Minho: ver horários.
    Nota: em “Cham (X)” =Tabuaças=Cerdeirinhas é preciso mudar de camioneta para Vieira do Minho (viagem de 5 min.)

Loading…

One thought on “Retiro de Comunicação Autêntica”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *