Category Archives: Formação

Retiro de Comunicação Autêntica

retiro comunicaçao

RETIRO DE COMUNICAÇÃO AUTÊNTICA
A descoberta do Eu mais profundo para chegar ao Outro 
23 - 25 Abril 2016 (sábado às 9:00 até segunda as 17:00)
Organização: Moving Cause
Facilitação: Allan Sousa e Sophie Marie / Oxigénio
Inscrições ao fundo desta página! Evento no Facebook

“Non-violence is not the mere abstention from violence, it is about building relationships between human beings.” Gandhi

“Needs are the quickest, closest ways to get into connection and healing.”
Marshall Rosenberg

// O que é a Comunicação Autêntica

Trata-se de um conjunto de ferramentas tal como Mindfulness, Comunicação Não-Violenta (CNV), Deep Ecology e outros que nos ajuda a fazer uma maior descoberta interior para gerar maior clareza, harmonia e fluidez no mundo intra-pessoal, interpessoal e sistêmico.

// Grupo alvo

Todos os interessados em aumentar o seu auto-conhecimento e refletir sobre o impacto da sua comunicação em si e no outro.

Todas as pessoas que queiram conhecer a Comunicação Não Violenta e todas as pessoas que já a conhecem e que a queiram praticar.

// Facilitadores

Somos um casal de Almada que tem como paixão apoiar pessoas e projetos a criar momentos e partilhas onde o Ser Autêntico pode emergir e onde essa expressão autêntica pode ser acolhida como ponto de partida de um grande crescimento e enriquecimento interior e colectivo. Breve biografia de Allan e Sophie.

// Programa dos 3 dias

Comum a todos os dias

  • Início do dia: Momentos de silêncio e/ou meditação
  • Durante o dia: Oportunidades para caminhadas
  • Detox alimentar durante dois dias com gastronomia vegana
  • Final do dia: Círculo de fecho (CNV)
  • Silêncio entre o Círculo de fecho e o pequeno-almoço do dia seguinte

Dia 23

Consoante o pré-conhecimento do grupo, iremos dividir o grupo em dois:

  1. Grupo de iniciação: para todas as pessoas que não conhecem a Comunicação Não Violenta
  2. Grupo de aprofundamento: para todas as pessoas que já frequentaram workshops de CNV

Nesse dia iremos:

  • Ampliar a nossa capacidade de presença e assim fortalecer e as nossas conexões nas dimensões: intra-pessoal (comigo mesmo), inter-pessoal (com o outro), grupal (com os círculos próximos) e sistêmica (com o coletivo e o meio mais ampliado).
  • Aprender a viver o conflito como uma oportunidade de transformação ou maior conexão
  • Criar consciência da nossa linguagem diária, dos seus bloqueios e do seu impacto
  • Conhecer a linguagem de mais conexão ou das necessidades universais
  • Perceber a importância do cultivo da presença
  • Treinar a expressar e escutar mensagens difíceis
  • Ganhar à vontade com CNV usando exemplos de situações reais

Dia 24

  • Manhã: Exercícios de aprofundamento emocional (Deep Ecology)
  • Tarde: Exercícios de auto-compaixão ou auto-escuta (CNV)

Dia 25

  • Manhã: Será co-criado com o grupo em formato Open Space conforme necessidades do grupo (Possiblidade de ofertas: Role-plays de comunicação de casal, pais-filhos, relações profissionais etc.)
  • Tarde (a partir das 15:00): Jogos de Mindfulness e escuta profunda em família (aberto aos companheiros e filhos) + Celebração

// Mais sobre o espaço que nos acolhe

Num vale em Vieira do Minho, rodeados de carvalhos e montanhas, encontra-se a quinta de Ciparros onde a Lilian e o Stephan, um casal de agricultores nos irão receber durante três dias e partilhar a sua simpatia e hospitalidade connosco…para não falarmos nas maravilhas da sua horta biológica!

Esta quinta tem a tranquilidade e beleza necessárias para podermos relaxar, inspirar ar fresco e puro, beber água da fonte e deixar-nos ir neste processo de aprendizagem e crescimento interior, com a intenção de melhorar a nossa auto-confiança, o respeito por nós e pelos outros, aprofundar o nosso sentido de conexão com o que nos rodeia e encontrar paz interior.

// Valor de Contribuição

Ideal = 205 € (Apoia a expansão do projecto oxigénio e do espaço)
Real = 185 € (Contribui para uma remuneração mínima dos organizadores, facilitadores e cobre os custos do espaço)
Mínimo = 165 € (Cobre os custos da organização, facilitadores e espaço)

Para que cada um possa dar de acordo com a sua capacidade e vontade…

Inclui:

  • Estadia em espaço partilhado: numa casa redonda com forno a lenha para aquecimento ou numa pequena casa em forma de pirâmide (sem aquecimento), quem preferir pode também acampar no terreno.
  • Balneários com duche quente.
  • Refeições (pequenos almoços, almoços, jantares) desde o pequeno almoço de Sábado até almoço de Segunda. Chás e fruta sempre disponíveis. Todas as refeições serão vegetarianas/veganas, maioritariamente biológicas e/ou locais. Se alguém tiver alguma necessidade especial de alimentação deve avisar a equipa da cozinha.

Será necessário cada participante trazer saco cama e colchonete (se precisarem de colchão avisem pois há a possibilidade de arranjar alguns na quinta)

Há a possibilidade para quem quiser de chegar na sexta feira à noite.

// Inscrições

Abaixo, ou através deste link.

Após inscrição iremos enviar os dados para pagamento através de transferência bancária, agradecemos pagamento de 50% para validar a inscrição, os restantes 50% deverão ser pagos na chegada à quinta.

// Como chegar ao local

A Quinta de Ciparros: Bem situada no “penico do Minho” tem água de quatro fontes – água pura é garantida! Fica sozinha num altinho, ao pé da Serra da Cabreira e com o Parque Nacional Peneda-Gerês ao alcance da vista. Não se vê os vizinhos, pois o espaço de 11 ha é rodeado por árvores autóctones, o que cria um ambiente acolhedor. Erigida em granito, séculos atrás, a quinta já foi habitação para várias gerações que deixaram seus rastos. Hoje em dia é conhecida também como Montezurra. Nome da associação levada por um pequeno grupo de pessoas que estima e cuida este belo espaço.

De carro

  1. Em Braga vais em direcção Chaves na N103
  2. Depois de +/- 30 km estás em Cerdeirinhas/Tabuaças, aí tem uma rotunda onde viras para a direita onde diz “Vieira do Minho”
  3. em VM passas o Pingo Doce, duas gasolineiras e uma rotunda. Na próxima rotunda sair na primeira (direcção “Ermal”)
  4. depois de 50 m tem uma passadeira, logo depois viras à direita para cima (sobe muito)
  5. continuas sempre nessa estrada +/- 2 km, passas pela estação de águas do Ave e mais tarde por umas Alminhas no lado direito
  6. 50 m depois das Alminhas viras à direita a subir num caminho de terra batida, “Rua de Ciparros”
  7. 50 m depois viras num caminho mesmo pequeno à esquerda, seguindo o muro de pedra
  8. continuas por aí 200 m até chegar a Ciparros (fica no final do caminho, existem duas casas antes de Ciparros!)
  9. podes estacionar depois da rotunda com o castanheiro no centro

É possível chegar a Vieira do Minho através de autocarro.

Os horários dos transportes

  • Porto – Braga: descarregar pdf.
  • Braga – Vieira do Minho: ver horários.
    Nota: em “Cham (X)” =Tabuaças=Cerdeirinhas é preciso mudar de camioneta para Vieira do Minho (viagem de 5 min.)

Loading…

Formação: Pedagogia da Autonomia

CICLO de FORMAÇÃO | Ser EducAção
Metodologia de Trabalho de Projeto: Pedagogia da Autonomia
DESTINATÁRIOS: Professores, e todos os interessados em Educação
CARGA HORÁRIA: 22h
LOCAL: Vila de Soajo – Arcos de Valdevez
DATAS: 21 Novembro – 10:00 – 19:00
dia 22 de Novembro – 10.00 – 13.00
dia 5 de Dezembro – 10.00 – 19:00
dia 6 de Dezembro – 10.00 – 13.00
INSCRIÇÕES AQUI!

ilustração ser educaçãoO Ser EducAção promove esta formação teórico-prática em Metodologia de Trabalho de Projeto, com a intenção de renovar as práticas na sala de aula, recorrendo a metodologias que promovam a motivação, a autonomia, a cooperação, a resolução de problemas e o desenvolvimento integral dos alunos e comunidade educativa.

OBJETIVOS

  • Compreender quais os contributos da metodologia de trabalho de projeto (MTP) no processo de ensino e aprendizagem;
  • Compreender o papel da criança, o papel do adulto/educador e da organização do ambiente educativo na MTP.
  • Considerar a importância da interdisciplinaridade e da articulação dos conhecimentos, sem uma rigidez na ordem e forma de compreensão pelos alunos.
  • Compreender a importância do trabalho em equipa como uma proposta entusiasta de ação.
  • Desenvolver competências enquanto professor facilitador (orientador educativo) que possibilitem uma melhoria progressiva da sua autonomia e ampliação da sua competência no ensino.
  • Saber criar ambientes e/ou espaços escolares abrindo possibilidades para uma aprendizagem autónoma e responsável.
  • Desenvolver competências de planificação de atividades, objetivos, estratégias e avaliação seguindo a MTP.
  • Compreender a importância do envolvimento da família e comunidade para um projeto educativo de sucesso.

FORMADORA
Maria de Fátima Macedo Alves

Com habilitação para a docência do Ensino Básico -Curso de Professores do Ensino Básico 2.º Ciclo na variante de Educação Visual e Tecnológica, pela ESEF
Pós graduação em Teorias da Arte, pela U L – Faculdade de Belas Artes.
Pós graduação em Gestão de Bibliotecas Escolares, pela ESEIG – Politécnico do Porto
Professora do Ensino Superior na Escola Superior de Educação de Fafe (1999-2003)
Professora de EVT e 1º ciclo nas escolas de Ensino Público (1999-2015)
Formação e prática na área do teatro para a infância, artes circenses, teatro de rua, conto e dramatização de histórias.
Organização de seminários e orientação de ateliês na área do design, pintura, desenho, azulejaria, desenho e cerâmica.
Detentora de várias formações integradas no plano de formação contínua de professores.
Gerente associativa em Associações de Educação pelas Artes.
Dinamizadora na Comunidade de Aprendizagem Gomos da Tangerina.

INSCRIÇÕES
Entrada por Donativo Consciente:
Queremos que esta formação seja acessível a todos os que queiram participar. Acreditamos que com a contribuição consciente de todos, conseguiremos cobrir todos os custos envolvidos na dinamização desta Formação. Os excedentes angariados reverterão a favor do projeto de Comunidade de Aprendizagem desenvolvido na EB1 do Soajo. Todos os participantes terão acesso a Relatório de Transparência, com orçamento previsto e distribuição de donativos. Agradecemos desde já a contribuição de todos.

MAIS INFORMAÇÕES
sereducação@movingcause.org

INSCRIÇÕES
Através do website eventbrite (clique aqui!).

Curso de Introdução ao Dragon Dreaming

Curso de Introdução ao Dragon Dreaming com Virgílio Varela
Casa da Alegria, Porto
25, 26 e 27 de Setembro
 INSCRIÇÕES NO FUNDO DA PÁGINA!

 

DRAGON DREAMING

“Uma filosofia de desenho integral que tem em conta a sustentabilidade em todos os aspectos das nossas vidas”.

Num mundo em constante mudança e evolução rápida, a sustentabilidade das nossas vidas e projetos podem ser uma tarefa complexa. Para tal é necessário desenvolver estratégias flexíveis, criativas e inovadoras que actuam como ponte para a nova sociedade do século XXI. É por esta razão que precisamos de uma nova cultura baseada na comunicação autêntica, da confiança e da componente lúdica. E de algumas equipas de pessoas que realmente sabem como trabalhar juntas, assumindo compromissos e responsabilidades partilhadas. Dragon Dreaming é a metodologia que nos ajuda a alcançar estes objetivos. Uma ferramenta para a construção de projetos resilientes e inspiradores que tornam os seus sonhos realidade e incentivam a uma cultura mais sustentável e humana.

O Dragon Dreaming leva-nos para fora da nossa zona de conforto para acedermos ao ponto da nossa maior criatividade, adotando-se, ao mesmo tempo, uma cultura de ganha-ganha e uma comunicação autêntica. Em Dragon Dreaming trabalhamos com um processo de 4 fases: Sonhar, Planear, Fazer e Celebrar; 12 etapas diferentes e mais de 60 ferramentas. Ao utilizar estas ferramentas na sua organização, a sua reação e capacidade de adaptação às mudanças aumentará e alcançará uma maior coesão entre todas as partes interessadas; facilitando um processo de co-criação e realização de projetos de forma inclusiva e agradável.

Criatividade e Inovação

O nosso cérebro é uma fonte inesgotável de criatividade. As nossas mãos são o veículo através do qual a criatividade transforma-se em inovação. Gerar novas idéias é o primeiro passo para fazer coisas novas.

Sucesso Partilhado

A criatividade de um grupo é muito maior que a soma da criatividade dos seus indivíduos. Criação de sinergias é uma excelente forma de sustentar os nossos projectos. Para aproveitarmos a sinergia do grupo requer aprender a partilhar e a colaborar, colocando a inteligência individual ao serviço do colectivo.

Sustentabilidade

Por consideração e respeito pelas gerações futuras, desejamos deixar o nosso ambiente em melhor estado do que o encontramos. Uma consciência plena envolve compromisso e respeito pelo o bem-estar global.

Uma metodologia para o benefício comum

Um projecto Dragon Dreaming tem 3 princípios fundamentais:

1- Crescimento e desenvolvimento pessoal do indivíduo que participa

2- Impacto positivo na comunidade onde o projecto for implementado

3- Respeito pelo ambiente e o Planeta

Dragon Dreaming é um método holístico que procura maximizar a criatividade.  Tem como base a Teoria dos sistemas vivos, a Ecologia profunda, o conhecimento ancestral da cultura aborígene australiana e os métodos tradicionais de gestão de projetos.

A formação em Dragon Dreaming ajuda comunidades, empresas e indivíduos através do fornecimento de ferramentas que permitem desenvolver projetos com um impacto alargado,através da sua filosofia de comunicação carismática e da criação de uma cultura de “ganha-ganha”.

Como pode o Dragon Dreaming maximizar o nosso potencial criativo?

Ao colocar em prática o Dragon Dreaming, temos a oportunidade de mudar as regras do jogo e transformar a experiência de realizar um projecto numa celebração. Todo projeto, de acordo com Dragon Dreaming, consiste em quatro etapas:

Sonhar

Todo o projeto começa com o sonho de uma pessoa. Este sonho normalmente é partilhado com outras pessoas para torná-lo realidade. O Dragon Dreaming propõe que, nesta etapa, o sonho individual deve morrer para ver o renascimento de uma nova equipa de sonho, um grupo muito mais poderoso. Assim começa um projeto Dragon Dreaming, o que o torna uma ferramenta ideal para o espírito empreendedor.

Planear

É nesta etapa em que são consideradas alternativas, não só do ponto de vista da equipa que está a realizar o sonho, mas também daqueles que resistem ou não acreditam no projecto. O Dragon Dreaming identifica essas pessoas como as mais importantes, desde que suas resistências se tornem uma fonte sábia de conhecimento para o nosso projeto. Nesta fase, também criamos uma estratégia que inclui um orçamento e uma agenda. Em Dragon Dreaming é importante prototipar a estratégia e experimentar para que possamos aprender o mais rápidamente possível. Ao manter os círculos de feedback curtos, eles permitem-nos alcançar a excelência nos nossos projectos mais rapidamente.

Fazer

Esta é a etapa da implementação. O projeto vê a luz do dia e começamos a geri-lo . Adaptamos o planeamento, o tempo e os custos. Mas a questão mais importante é se estamos a realizar o nosso sonho original ou estamos a deixar-nos levar cegamente pelo o projeto para uma outra direcção que não é compatível com o que queríamos? Vamos acompanhar e monitorizar o nosso progresso até chegarmos à ferramenta Karabirrdt: o tabuleiro de jogo do Dragon Dreaming . O Karrabirrdt é a forma de gestão de projetos inspirada nos aborigines australianos que o utilizam há mais de 5.000 anos! O processo tem que ser vivido na prática. O Dragon Dreaming é uma ferramenta que pode mudar a maneira como gerimos os projetos e até mesmo a nossa vida.

Celebrar

Esta é a fase que nunca é mencionada na gestão de projetos tradicional. Mas é uma das mais importantes , ajuda-nos a criar equipas e comunidades para manter vivos o sonho e a motivação. Ajuda-nos a manter o stress à margem e adquirir novas zonas de conforto, para ter uma nova consciência do que estamos a fazer. Ajuda-nos a manter o sonho vivo! É aqui que começa um projeto bem sucedido.

Na conclusão deste workshop Curso Introdutório Dragon Dreaming os participantes terão:

1. Aprendido as etapas e fases de um projeto bem sucedido e sido capazes de aplicar a metodologia no seu próprio projeto

2. Experimentado um círculo de sonhos Dragon Dreaming e sido capazes de usar esta ferramenta para criar seu próprio projeto

3. Observado como se constrói uma ponte entre o circulo dos sonhos e o Karabirrdt, através de uma gama de técnicas, incluindo a criação conjunta de objetivos e da meta do projecto.

4. Desenhado um Karabirrdt para um projeto e adquirido noções sobre como usar esta ferramenta para criar a sua própria estratégia de desenho de projectos colaborativos

5. Criado um sistema de apoio ao projecto para acompanhar e ajudar os membros da equipa no desenvolvimento do projeto

Total formação: 20 horas

• Do Sonhar para o Planear

• Comunicação carismática

• O Círculo dos sonhos – construindo o sonho coletivo

• O processo de mudança

• Do planear para o Fazer

• Criação de objectivos e meta

• O Karabirrdt

• Revisão, avaliação e regresso à celebração.

Formador: Virgilio Varela

O Virgilio Varela é um apaixonado pela educação enquanto ferramenta de descoberta e crescimento. Tem uma vasta experiência na utilização de ferramentas inovadoras no trabalho com jovens e comunidades. Em Portugal trabalhou como formador no Instituto Português da Juventude e coordenou projectos no Programa Escolhas. Em Inglaterra implementou o Youth Parliament em Hackney e o Youth Opportunity Fund em Camden, projecto que recebeu um prémio de distinção. Regressou a Portugal para trabalhar na associação TESE, onde lançou o projecto Do Something. E posteriormente ingressou a equipa de Inovação Social da Fundação EDP, para coordenar a gestão do Hub de Inovação Social.Actualmente trabalha como consultor e formador na área de inovação e social comunitária com grupos, associações, fundações e empresas. É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, mestre em Educação pelo King’s College, University of London, diplomado em Gestão de Projectos pelo Institute of Leadership and Management. Tem uma vasta experiência como formador a nível nacional e internacional (Alemanha,Brasil, França e Inglaterra) nas áreas da participação, capacitação, desenvolvimento pessoal, criatividade, Gestão de Conflitos, Educação pela Arte, Inovação Comunitária. Fez a formação inicial em Dragon Dreaming com Ita Gaubert e a formação de formadores com o co-criador desta metodologia, o antropólogo australiano John Croft. Posteriormente realizou outras formação de especialização nesta metodologia com John Croft.

Site oficial do método Dragon Dreaming: http://www.dragondreaming.org/

Local do Curso

O Curso irá decorrer na sede da Associação Moving Cause na Rua da Alegria 953, Porto.

Horários

  • Sexta-feira, 25/09 das 18h00 às 22h00
  • Sábado, 26/09 das 09h30 às 19h00
  • Domingo, 27/09 das 09h30 às 19h00

Alimentação

No sábado e domingo ao almoço serão servidas refeições vegetarianas. Estão também disponíveis café, chá, sumos e snacks a meio da manhã e da tarde.

Informações adicionais por email: p.miguel.portela@gmail.com

Inscrições

  • Associados Moving Cause: 90€
  • Não-associados Moving Cause: 100€

Pagamento parcial em Ecosois (moeda solidária do Porto)

  • Associados Moving Cause: 80€ + 10 Ecosois
  • Não-associados Moving Cause: 90€ + 20 Ecosois

Mais informações sobre o Movimento Ecosol aqui.

Se te quiseres fazer associado e usufruir do desconto imediato, associa-te aqui!

Com 14 inscrições pagas, atribuiremos duas bolsas a pessoas da comunidade que estejam desempregadas e sem possibilidade de pagar o curso mas que queiram muito participar e realizar os seus projectos. Deverão enviar um email para info@movingcause.org a explicar a sua situação e a organização fará a atribuição.

 

Inscrições através do formulário abaixo

Loading…