AMEP (2014-2016)

Em 2014 a Moving Cause propôs a criação da Associação pela Manutenção da Economia de Proximidade (AMEP), uma rede de consumo, produção e distribuição local de alimentos no âmbito da economia solidária no Porto.

Cabaz da Horta da Partilha

Inspirada nas iniciativas AMAP (Associações para a Manutenção da Agricultura de Proximidade) – nascidas  em França em 2002, com o objectivo de apoiar pequenos produtores que pratiquem e ofereçam produtos de agricultura biológica num contexto de proximidade com o grupo de consumidores -, a AMEP introduziu a possibilidade de aquisição de produtos com moeda social em detrimento do euro.

Assim eram distribuídos cabazes que podiam ser adquiridos num modelo misto de moeda convencional (vulgo euro) e social (ecosol), fomentando a circulação de ecosois e o fortalecimento da economia de proximidade no centro do Porto.

“E se fossemos todos prossumidores?” Apresentação da AMEP no Eco-Festival Terra-Mãe (Julho 2016). Foto: “Progeto” Aparte

Funcionamento base

Foi constituído um grupo de consumidores que se comprometeu, com frequência regular e por um período de tempo previamente acordado, a receber cabazes de produtos diversos (como hortícolas, fruta, pão, leite vegetal, compotas e outras conservas, flores, sabonetes, etc).

Foi incentivado o papel activo dos consumidores na economia solidária, podendo cada um ser também produtor, contribuindo assim para a criação de uma rede de produção local. Contudo, um consumidor não tinha obrigatoriedade de produzir, embora devesse colocar sempre à disposição da economia solidária mais alargada algum tipo de serviço que pudesse ser do interesse da rede “ecosol”.

Todas as transações eram feitas, pelo menos parcialmente, em moeda ecosol. Foram privilegiados produtos que pudessem ser transacionados em ecosois em detrimento do euro.

Todos os elementos da AMEP, consumidores ou produtores, deram um contributo monetário para um fundo da associação de forma a cobrir custos de administração e despesas relacionadas com a promoção e dinamização da AMEP.

Princípios gerais

  • proximidade
  • solidariedade
  • pequena produção
  • produtos bio
  • transparência

A Carta de Princípios integral e completa para as AMEP está disponível neste link.

Mobilizamos utopias concretas