Renovação da nova sede

Sede da Moving Cause no Soajo

Nova sede da Moving Cause no Soajo

Em 2023 arrancaram as obras de renovação da ruína que será o edifício sede da Associação Moving Cause no Soajo. Para a renovação, a associação conta com o apoio da ADRIL – Associação do Desenvolvimento Rural Integrado do Lima – através do programa Renovação de Aldeias do PDR2020, e com o financiamento do FEADER – Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural – da Comissão Europeia (mais informação sobre o FEADER nesta ligação.)

Breve descrição do projeto

Este projeto pretende a conservação de um prédio de habitação, de natureza urbana, para fins de apoio associativo. Acrescenta ainda o equipamento das estruturas para o fim a que se destinam. Estão previstos também incentivos relativos a painéis solares e equipamento das instalações.

Num contexto associativo, as intervenções previstas de conservação terão como função apoiar o desenvolvimento de atividades agrícolas com âmbito educacional -nomeadamente em volta dum viveiro de árvores- que terão lugar principalmente no terreno adjacente, juntando os esforços da associação Reflorestar Portugal e da associação Moving Cause, focadas na conservação e propagação de florestas nativas, e na educação ambiental.

A associação Moving Cause pretende que a intervenção a desenvolver no âmbito deste projeto passe a ser um elemento identitário do território, isto é, um elemento que venha a ser considerado como parte da identidade do Soajo, contribuindo assim para definir e promover a sua identidade cultural, social e histórica.

Objectivos

A implementação deste projeto irá permitir a consecução de um conjunto de objetivos claramente identificados, nomeadamente:

  1. Criar e melhorar as infraestruturas da associação Moving Cause no Soajo, onde atualmente tem uma delegação e onde planeia estabelecer a sua sede proximamente. Isto contribuirá diretamente na capacidade de desenvolvimento de atividades culturais e formativas, assim como de empreendedorismo social de base comunitária.
  2. Conservação e proteção do património natural e cultural: Este é o objetivo principal do projeto,  para que o património natural e cultural possa ser apreciado pelas gerações presentes e futuras. Isso envolve a proteção de áreas naturais, como florestas, bem como a manutenção e conservação de edifício, o que permite valorizar os elementos patrimoniais locais (com a conservação de um prédio de habitação já existente e futuramente a construção de uma infraestrutura de apoios), paisagísticos (com a recuperação do espaço a intervir e a sua envolvente) e ambientais (e com as futuras atividades a desenvolver no espaço e na região, nomeadamente no âmbito da parceria com a associação Reflorestar Portugal com a qual está atualmente a desenvolver um viveiro florestal e outras entidades locais com forte relacionamento com as atividades associadas a natureza e a sua conservação) bem como os elementos que constituem o património imaterial de natureza cultural (com o desenvolvimento de atividades relacionadas com temáticas tão importantes como o comercio justo ou a conservação das tradições seculares da população) e social (como o Laboratório de Ciências da Terra) do Soajo.
  3. Promoção do turismo sustentável: Muitas vezes, a preservação do património natural e cultural está intimamente ligada ao turismo. Os investimentos previstos neste projeto e os que pretende desenvolver a associação Moving Cause no futuro têm como objetivo apoiar o turismo sustentável, que envolve o desenvolvimento de atividades turísticas que não causem danos ao meio ambiente ou à cultura local.
  4. Educação e sensibilização: outro dos objetivos deste projeto é educar e sensibilizar as pessoas sobre a importância do património natural e cultural e as ameaças que enfrenta. Isso será realizado através da realização de programas educacionais, campanhas de consciencialização pública e atividades comunitárias.
  5. Desenvolvimento socioeconómico: A preservação do património natural e cultural irá contribuir para o desenvolvimento socioeconómico do Soajo, atraindo turistas e gerando empregos em atividades relacionadas ao turismo, como hotéis, restaurantes e lojas de souvenirs.
  6. Promoção da sustentabilidade ambiental: A preservação do património natural e cultural do Soajo irá contribuir para a promoção da sustentabilidade ambiental, ao incentivar práticas sustentáveis ​​de uso da terra, como agricultura orgânica e manejo florestal sustentável.
  7. Fortalecimento da identidade cultural e da autoestima local: A preservação do património natural e cultural é fundamental para o fortalecimento da identidade cultural e da autoestima local, ao preservar as tradições e a história da região e ao promover o respeito e a valorização das culturas locais.

Em resumo, os investimentos previstos neste projeto e as atividades que irão ser realizadas graças ao mesmo contribuirão de forma direta para a melhoria do bem-estar da população do Soajo, desenvolvendo para isso atividades de empreendedorismo social de base comunitária, recuperação e beneficiação do património local, paisagístico e ambiental coletivo e o seu apetrechamento.