Fortalecer a economia de proximidade

Queremos resgatar as relações de proximidade com quem produz aquilo que comemos e promover o papel activo da vizinhança no cultivo, confecção e troca de bens alimentares.

Para isso unimo-nos à rede de economia solidária do Porto – ECOSOL – e criamos o conceito de AMEP.

A AMEP – Associação pela Manutenção da Economia de Proximidade – é uma rede de consumo, produção e distribuição local de alimentos no âmbito da economia solidária no Porto. Inspirada nas AMAP (Associações para a Manutenção da Agricultura de Proximidade) – nascidas  em França, em 2002, com o objectivo de apoiar pequenos produtores que pratiquem e ofereçam produtos de agricultura biológica num contexto de proximidade com o grupo de consumidores -, a AMEP introduz a possibilidade de aquisição de produtos com moeda social em detrimento do euro.

Do lado dos PRODUTORES, já temos inscrita a promessa de cogumelos shitake, alguma fruta da época, cerveja artesanal, marmitas/refeições vegans & bio, molhos, patés, conservas, piri-piri, compotas, kombucha, marmelada, sabonetes, e, a seu tempo, quando a estação o permitir, mais hortícolas a gosto.

Ainda estamos a aceitar pré-inscrições de produtos a juntar aos cabazes! Podes fazê-lo através deste formulário.

Do lado dos CONSUMIDORES, já temos um pequeno grupo de pessoas interessadas em participar no ciclo experimental de distribuição. Estamos a organizar um encontro de lançamento da iniciativa, em Novembro, onde serão prestados mais esclarecimentos, será feita uma prova dos produtos, e tentar-se-á definir o primeiro calendário / mapa de distribuição.

Se também queres participar, agora é o momento de indicares a tua disponibilidade aqui.

Para qualquer dúvida, estamos ao dispôr através do email amep@movingcause.org.

Onde vai ser feita a distribuição dos cabazes?
Algures em Cedofeita, no Porto. Ainda estamos a definir o lugar.

Quando começa?
A ideia é fazer um primeiro ciclo experimental a partir da segunda metade de Novembro de 2014, até ao Natal. Em 2015 continuamos em força em ciclos trimestrais.

É preciso adquirir cabazes completos com todos os produtos?
Cada consumidor compromete-se com a variedade e quantidades que quer, isto é, indica no início de um ciclo de produção/consumo aquilo que vai querer nas semanas seguintes.

O que é esta “moeda social”?
É uma moeda virtual, alternativa, que já está a circular no Porto. Podes saber mais sobre a ECOSOL e inscrever-te aqui: https://communities.cyclos.org/ecosolporto.

Como posso saber mais sobre o projecto?
Toda a informação, incluindo a Carta de Princípios AMEP, está neste link: https://www.movingcause.org/projectos/amep-porto/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *