All posts by Joana Costa

Andorinhas há 7 anos!

Pelo equinócio da Primavera, celebramos 7 anos desde o lançamento da associação.

Lembro-me bem de quando recebi um email da Sara Moreira com o título “Make yourselves a cup of tea and read this“, com a proposta de fazer parte do grupo fundador da Associação. Estávamos em finais de 2008 e o convite era para me juntar a algo que ainda não se sabia muito bem o quê,  mas que soava a revolucionário, inovador, com uma visão global bem alicerçada nas necessidades do lugar onde cada uma de nós morava. Era um convite dirigido a 9 mulheres de vários cantos do mundo: Timor–Leste, Estados Unidos e Portugal, todas elas dedicadas de alguma forma a criar modelos sociais justos e cooperantes. Algumas através de tecnologias de informação e outras de mãos na terra a semear para colher.

Desde esse dia até agora a associação passou por várias fases… Algumas difíceis, de inércia total (a “moving caos” passou pelo “corredor da morte”), e agora de energias renovadas com o apoio de novos membros que se juntaram à equipa.

O carácter internacional com que a associação foi fundada, ao longo destes anos foi-se dissipando para podermos focar-nos mais no aqui e agora: foram criados projectos dedicados a criar raízes, a trabalhar naquilo podemos realmente fazer no nosso bairro e na nossa comunidade, exemplo disso são a AMEP e o Ser EducAção.

Desta forma a associação tem trazido grandes momentos de alegria pela possibilidade de podermos dedicar-nos de corpo e alma às causas em que acreditamos e por podermos de certa forma fazer disso a nossa maneira de viver.

Agora parece que este 7 traz consigo o final de um ciclo e o início de um novo. De alicerces bem sólidos a associação parece estar novamente pronta para se abrir para o mundo e abraçar projectos internacionais como o Transicionês, em colaboração com a Transition Network, e a rede das AMAP, em parceria com a Urgenci e outras redes europeias.

Estamos muito contentes com o percurso que temos feito e agradecemos a todos os que têm de alguma forma apoiado a associação e a ela dedicado o seu tempo, atenção e energia.

Foram vários anos a sonhar, planear, estruturar, a dedicar horas e horas a reuniões e a concretizar projectos… agora chegou o momento de celebrar!!!

Boa Primavera! Bons voos!
flyer-festa-primavera

Mobilizando o Soajo

moving cows soajo

É oficial! No final do ano 2015 foi constituída a filial Moving Cause Soajo para dar corpo a acções que têm sido desenvolvidas nesse cantinho puro da terra.

Desde Dezembro, e ao longo dos próximos meses, estão a decorrer mensalmente formações na área da educação, com sessões sobre “Materiais montessori”, entre círculos de sonhos e dinâmicas com a comunidade local que pretendem informar e dinamizar educadores, pais, crianças e todas as pessoas interessadas neste tema.

Para Abril está previsto um retiro de três dias de Comunicação Autêntica, onde mais do que a ausência de violência se procura uma forma de comunicar que permita construirmos relações humanas saudáveis e harmoniosas.

Diz-se “se a música é boa deve tocar duas vezes”, pois é o que vai acontecer com o encontro Ser Educação. Como o primeiro nos encheu o coração de alegria e sorrisos de crianças durante três dias, decidimos repetir e estamos em preparação do segundo encontro para Setembro. Este encontro tem vindo a ser planeado em conjunto com alguns dos actores-chave na área da educação de forma a que possa ser uma expressão das necessidades de toda a comunidade educativa local.

Dentro do plano da ecologia haverá em Junho um curso de formação para Professores de Permacultura onde poderemos aprender com a experiência da Sílvia da Floresta e do Orlando como espalhar da melhor forma a mensagem que nos mostra como cuidar da Terra, cuidar das Pessoas e Partilhar Justamente.

Para Julho temos planeado um workshop de Apicultura Natural para que apicultores locais e todas as pessoas interessados possam saber como nos tornarmos guardiões de abelhas na vez de exploradores dos seus serviços e desta forma apoiarmos a restauração da vitalidade deste ser tão importante em toda a Teia da Vida.