“AMEP” / Porto

Em 2014 a Moving Cause propõe a criação da Associação pela Manutenção da Economia de Proximidade (AMEP), uma rede de consumo, produção e distribuição local de alimentos no âmbito da economia solidária no Porto.

Inspirada nas iniciativas AMAP (Associações para a Manutenção da Agricultura de Proximidade) – nascidas  em França em 2002, com o objectivo de apoiar pequenos produtores que pratiquem e ofereçam produtos de agricultura biológica num contexto de proximidade com o grupo de consumidores -, a AMEP introduz a possibilidade de aquisição de produtos com moeda social em detrimento do euro.

Serão assim distribuídos cabazes que podem ser adquiridos num modelo misto de moeda convencional (vulgo euro) e social (ecosol), fomentando a circulação de ecosois e o fortalecimento da economia de proximidade no centro do Porto.

Funcionamento base

Será constituído um grupo de consumidores que se compromete, com frequência regular e por um período de tempo previamente acordado, a receber cabazes de produtos diversos (como hortícolas, fruta, pão, leite vegetal, compotas e outras conservas, flores, sabonetes, etc).

Será incentivado o papel activo dos consumidores na economia solidária, podendo cada um ser também produtor, contribuindo assim para a criação de uma rede de produção local. Contudo, um consumidor não tem obrigatoriedade de produzir, embora deva colocar sempre à disposição da economia solidária mais alargada algum tipo de serviço que possa ser do interesse da rede “ecosol”.

Todas as transações deverão ser feitas, pelo menos parcialmente, em moeda ecosol. Serão privilegiados produtos que possam ser transacionados em ecosois em detrimento do euro.

Todos os elementos da AMEP, consumidores ou produtores, darão um contributo monetário para um fundo da associação de forma a cobrir custos de administração e despesas relacionadas com a promoção e dinamização da AMEP.

Princípios gerais

  • proximidade
  • solidariedade
  • pequena produção
  • produtos bio
  • transparência

A Carta de Princípios integral e completa para as AMEP está disponível neste link.

Dinamização

A MOVING CAUSE é uma associação sem fins lucrativos com a missão de mobilizar redes de interacção social a nível local visando a concretização de uma cultura sustentável, consciente e aberta para o mundo. O seu trabalho segue os 3 princípios da permacultura: Cuidar da Terra, Cuidar das Pessoas e Partilha Justa.

Mobilizadores: Sara Moreira, Pedro Rocha e Filipa Almeida

Parceiro: Movimento Ecosol

Plano de acção: A definir com o grupo de consumidores / produtores.

Orçamento do projecto: A definir com o grupo de consumidores / produtores.

Condições de participação na AMEP

➔ No momento de adesão à AMEP, os consumidores e produtores devem efectuar a sua inscrição como sócios da MOVING CAUSE, cujo valor reverterá para financiar actividades de dinamizaçõa e promoção da AMEP

➔ No inicio de cada ciclo AMEP, os consumidores devem pagar uma contribuição com vista a financiar a facilitação da AMEP, sendo o valor definido entre todos os elementos da AMEP

➔  Os consumidores e produtores, devem ter uma contal activa na plataforma Cyclos do movimento Ecosol.

Reuniões

Propõem-se a realização de um momento de reunião, com todos os intervenientes da AMEP (representantes da MOVING CAUSE, parceiros e elementos da AMEP) e outros convidados, com periodicidade trimestral, no final de cada ciclo.

Este momento terá como propósitos:

  1. Promoção do projecto AMEP
  2. Angariação de novos consumidores e/ou produtores para a AMEP
  3. Apresentação da ferramenta Cyclos, do movimento Ecosol, e do seu funcionamento
  4. Recepção de pagamentos
  5. Apresentação sobre quais os produtos a incluir na próxima fase/ciclo

Responsabilidades

MOVING CAUSE

  1. Secretariado e contabilidade da AMEP
  2. Distribuição e comunicação interna
  3. Comunicação externa da AMEP
  4. Recrutamento de aderentes para a AMEP
  5. Avaliação e coordenação com outras AMEP

ECOSOL

  1. Animações e comunicação externa da AMEP
  2. Organização do momento referido no ponto Reuniões
  3. Garantir o funcionamento da plataforma Cyclos
  4. Apoiar os utilizadores da plataforma Cyclos

One thought on ““AMEP” / Porto”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *